DERMATOLOGIA CLÍNICA

Clique nos itens abaixo e saiba mais.

O mapeamento corporal total consiste em fotografias de alta resolução da superfície corporal associadas a fotografias dermatoscópicas digitais. Neoplasias cutâneas melanocíticas e não melanocíticas são documentadas e armazenadas. É um exame complementar realizado por meio da tecnologia FotoFinder®, pioneira e líder mundial em dermatoscopia digital e mapeamento corporal total. É um avançado sistema desenvolvido na Alemanha que permite ampliar as lesões cutâneas de 20 a 70 vezes e armazenar os exames seriados para posterior comparação. Baseado nas informações detalhadas fornecidas, o dermatologista especializado é capaz de fazer a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de pele, além de acompanhar a evolução de lesões suspeitas.
A dermatite de contato (ou eczema de contato) é uma reação inflamatória na pele decorrente da exposição a um agente capaz de causar irritação ou alergia. Alguns produtos causam reações somente após exposição solar concomitante, como o sumo de frutas cítricas e perfumes. O tratamento, feito pelo dermatologista, depende da extensão e da gravidade do quadro, e as medidas poderão ser apenas locais ou incluir a utilização de medicações via oral ou injetável.
Acne é o nome dado a espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. Muito frequente na adolescência e em mulheres adultas. Dependendo da gravidade, a acne pode causar sofrimento emocional e levar a cicatrizes da pele. Existem diversos tratamentos eficazes disponíveis, e quanto mais cedo eles forem iniciados, menor será o risco de danos à pele. Conforme o grau e a intensidade da acne, o tratamento se dá por via oral ou local, dependendo de uma avaliação criteriosa do dermatologista. *veja Microagulhamento, Endymed, Laser de Co2 e Terapia fotodinâmica.
Melasma é uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, principalmente na face. Afeta mais frequentemente as mulheres e não há uma causa definida. Está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez e, principalmente, à exposição solar. O dermatologista é o profissional mais indicado para diagnosticar e tratar esta condição. O tratamento consiste em proteção contra raios ultravioleta e à luz visível, uso de medicamentos tópicos e orais procedimentos para o clareamento. *veja Mesoterapia e Microagulhamento.
É uma doença inflamatória crônica e de hipereatividade vascular, que torna a pele extremamente sensível e se apresenta com remissões e exarcebações. Ocorre principalmente em mulheres entre 30 e 50 anos de idade. O dermatologista avalia o estágio da doença para indicar o melhor tratamento. O tratamento se baseia no uso de sabonetes adequados, protetor solar, uso de antimicrobianos tópicos ou medicamentos orais. O laser ou a luz pulsada são outras excelentes opções de tratamento que podem ser recomendadas. *veja Luz intensa pulsada.
As doenças infecciosas mais frequentes são causadas por vírus (herpes simples), fungos (micoses) e por bactérias (impetigo). O herpes simples costuma acometer os lábios ou a região genital. Pode ser recorrente e desencadeado por estresse, calor ou frio. Atualmente existem medicamentos para tratar tanto as crises como para preveni-las. As micoses podem atingir a pele, as unhas e os cabelos, principalmente quando existem condições de calor e umidades excessivas. São exemplos de micoses superficiais a pitiríase versicolor (“pano branco”), o intertrigo (“frieira”) e a candidíase. O impetigo é uma infecção superficial da pele muito comum, altamente contagiosa, vista mais frequentemente na face ou extremidades. Acontece após um pequeno trauma da pele ou mesmo após a picada de insetos e necessita de antibióticos locais ou orais para seu tratamento.
O vitiligo é uma doença caracterizada pela perda da coloração da pele devido à ausência de melanócitos (células responsáveis pela formação da melanina, pigmento que dá cor à pele) nos locais afetados. Fenômenos autoimunes parecem estar associados ao vitiligo e alterações emocionais podem estar entre os fatores que agravam a doença. É caracterizada por manchas brancas na pele com uma distribuição característica. Possui diversas opções terapêuticas, que variam conforme o quadro clínico de cada paciente. O dermatologista é o profissional mais indicado para realizar o diagnóstico e tratamento da doença.
Doença de pele crônica e não contagiosa que se caracteriza pelo surgimento de manchas vermelhas com escamas secas esbranquiçadas ou prateadas. Pode acometer toda a pele, as unhas e as articulaçoes. É cíclica e sua causa está relacionada ao sistema imunológico, às interações com o meio ambiente e à suscetibilidade genética. Cada tipo e gravidade de psoríase pode ser tratado de formas diferentes. O dermatologista é o profissional especializado em diagnosticar e tratar esta condição de pele.
O câncer de pele é o tipo de câncer mais frequente no Brasil. Pode se apresentar como sinais, pintas escuras ou feridas que não cicatrizam e sangram com facilidade. A Dermatologia Oncológica é responsável pelo diagnóstico, tratamento e prevenção deste tipo de câncer. Para reconhecer os primeiros sinais de alerta e realizar o diagnóstico precoce, o dermatologista é o profissional mais indicado, que pode utilizar ferramentas como a Dermatoscopia digital e o Mapeamento corporal total para esta tarefa. Todos os pacientes devem ser examinados periodicamente para a busca de lesões suspeitas de câncer da pele. * veja Dermatoscopia digital e Mapeamento corporal total e Terapia Fotodinâmica.
A queda de cabelo, mais conhecida como alopecia, tem diversas causas. Algumas delas são anemia, hipotiroidismo, estresse emocional ou físico (após alguma cirurgia ou parto, por exemplo). A alopecia androgenética, também conhecida como calvície, é um problema que pode levar à perda total ou parcial dos cabelos. Embora seja mais comum entre o sexo masculino, também pode afetar as mulheres. Para saber a opção mais adequada de tratamento, é necessário consultar um dermatologista para a investigação das características e das prováveis causas. * veja Tricoscopia, Microagulhamento, Mesoterapia capilar e LED.
A sudorese é uma condição normal do nosso corpo em situações como calor, estresse e prática de atividades físicas. Porém, a sudorese excessiva ocorre mesmo sem a presença de fatores desencadeantes, porque as glândulas sudoríparas desses pacientes são hiperfuncionantes. Axilas, palmas das mãos e plantas dos pés são áreas que podem ser acometidas. Existem diversas opções de tratamento, como medicações locais, orais e aplicação de Toxina Botulínica. A avaliação dermatológica é fundamental para determinar a melhor terapêutica.
Estria é uma atrofia que surge quando as fibras elásticas e colágenas (responsáveis pela firmeza da pele) se rompem e formam “cicatrizes”. O aspecto das estrias iniciais são lesões lineares rosadas e, na fase tardia, brancas. Os tratamentos podem ser feitos de forma isolada ou em associação, sempre com acompanhamento médico: cremes com ácidos como o retinoico e o glicólico; radiofrequência; microagulhamento, vários tipos de luzes e laser. *ver Microagulhamento, Endymed, Laser de Co2.
A tricoscopia é a dermatoscopia do couro cabeludo. Consiste em fotografias de alta resolução de diferentes áreas do couro cabeludo associadas a fotografias dermatoscópicas digitais. As imagens detalhadas auxiliam o dermatologista no diagnóstico das doenças dos cabelos e do couro cabeludo. O acompanhamento contínuo permite avaliar tanto o estágio evolutivo da doença assim como a resposta terapêutica.
A Terapia Fotodinâmica consiste na aplicação de substâncias que penetram e se fixam nos tecidos tumorais, folículos pilosos e glândulas sebáceas. Em seguida, um equipamento especial que emite laser de baixa intensidade é aplicado para o tratamento da área. É utilizada como opção terapêutica para alguns tumores de pele não-melanoma, acne e o rejuvenescimento cutâneo.